Sind. dos Trab. da Construção Civil de Belém convoca assembleia para garantir vontade da base

Roubo da urna da Eleição da C.Civil de Belém pela CTB

ELEIÇÕES SINDICAIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE BELÉM| URGENTE:Hoje, 5 de janeiro,seria o dia das eleições para a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém. Duas chapas concorrem ao pleito. A Chapa 1 " Pra manter a tradição de luta contra o governo e patrões é CSP-Conlutas" e a Chapa 2 "É nóis", da CTB. As eleições começaram de forma tranquila, mas infelizmente a direção da CTB/PCdoB, como de costume quando participa de eleições sindicais e estudantis, orientou seus fiscais e seguranças, os chamados "bate-paus", a roubarem urnas, listas de votação na saída das obras, bem como intimidar, ameaçar e agredir, fisicamente, os militantes da CSP-Conlutas PA e do PSTU. Uma prática completamente autoritária, absurda, desrespeitosa com os trabalhadores da construção civil. A CTB/PcdoB demonstra não respeitar a democracia operária, numa atitude completamente inspirada na política stalinista de aniquilar seus opositores, a qualquer preço.Os militantes agredidos foram prestar queixa na delegacia e um segurança da Chapa 2, foi preso. A situação é bem tensa!Em breve, mais informações.

Publicado por CSP-Conlutas PA em Sexta, 5 de janeiro de 2018

Sindicato, democraticamente, vai consultar os trabalhadores para garantir que ocorra nova coleta de votos e que a vontade da base seja cumprida

A eleição para a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém (PA), infelizmente, está sendo marcada por ações antissindicais da Chapa 2, de oposição, ligada à CTB e ao PCdoB.

Diante de ataques, como o roubo de urnas no último dia 5 de janeiro, a coordenação do sindicato, juntamente com a categoria, a partir dessa segunda-feira (8) irá realizar assembleias por local de trabalho para decidirem os rumos da entidade.  O Sindicato, democraticamente, vai consultar os trabalhadores para garantir que ocorra nova coleta de votos e que a vontade da base seja cumprida.

“Diante da truculência inaceitável que foi cometida contra o nosso direito de decidir o caminho é a categoria tomar em suas mãos a defesa e os rumos do nosso sindicato, começando por garantir a continuidade de nossas tradições e conquistas. Nesse momento, vamos garantir que se realizem nova coleta de votos e fazer com que nossa vontade seja respeitada”, destaca a nota.

De acordo com informações do sindicato, que é filiado à CSP-Conlutas, e que compõe a Chapa 1, sem nenhum apoio na base ou perspectiva de ganhar o voto dos trabalhadores, a Chapa 2 decidiu impedir os operários de eleger a diretoria do seu sindicato. Tentaram suspender as eleições na Justiça, cujo pedido foi negado, pois não havia nenhuma irregularidade no processo eleitoral em curso. Após isso, tentaram apelar para a violência e com cerca de 200 “bate-paus” contratados e dirigentes e militantes sindicais de outras categorias ligados à CTB, desencadearam ataques aos mesários responsáveis pela condução das urnas e da coleta de votos, agredindo as pessoas e roubando urnas e documentos da eleição (lista de votantes, atas). Toda essa situação inviabilizou que a coleta de votos fosse efetuada.

Veja também: Sem votos, Chapa ligada à CTB em Belém usa violência para impedir realização de eleição

Diante disso, a diretoria do Sindicato vai reunir a categoria em assembleia para resolver, junto com ela, os passos para fazer a nova coleta dos votos. Confira a nota completa do Sindicato da Construção Civil de Belém sobre:

S.O.S SINDICATO!

Assembleias por local de trabalho decidem rumos do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém

No último dia 5, após mais de 200 “bate-paus”, contratados por integrantes da Chapa 2, ligada a CTB e ao PCdoB, roubarem urnas e listagens das eleições do sindicato e promoverem espancamento de trabalhadores e  trabalhadoras a coleta de votos foi suspensa.

Frente a essa atitude violenta e repugnante da Chapa 2, que não quer deixar o trabalhador votar, a coordenação do Sindicato,  juntamente com a categoria, a partir dessa segunda-feira irá realizar assembleias por local de trabalho para decidirem os rumos do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém.

Vamos manter o sindicato na luta, nas greves e nas mobilizações contra os governos, os patrões e firme com a nossa tradição de democracia operária. Nossa historia ninguém vai manchar; somos um Sindicato de mais 100 anos, de muitas lutas e conquistas e isso só foi possível porque, em nossa “casa” quem sempre mandou fomos nós, os operários e operárias da Construção Civil.

Diante da truculência inaceitável que foi cometida contra o nosso direito de decidir, o caminho é a categoria tomar em suas mãos a defesa e os rumos do nosso sindicato, começando por garantir a continuidade de nossas tradições e conquistas. Nesse momento, vamos garantir que se realizem nova coleta de votos e fazer com que nossa vontade seja respeitada.

Participe e decida: em sindicato de trabalhadores nenhum “bate-pau” vai meter a mão!

Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém (PA)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *