Sindicato e operários da Cyrela colocam engenheiro truculento na rua

Depois de quase uma semana de paralisação na obra da Cyrela da Pedro Alvares Cabral, finalmente a empresa demitiu o Engenheiro Sabóia, o encarregado Manéu e o Mestre da obra, eles estavam impondo terror na obra, assédio moral, truculência e ameaças aos trabalhadores. Os operários cruzaram os braços e só voltariam ao trabalho, com o afastamento desses elementos. É bom que outros tomem como exemplo a mobilização dos trabalhadores e denunciem ao sindicato qualquer forma de coação aos Trabalhadores.