Trabalhadores da Construção Civil de Belém (PA) vão integrar dia de luta em 29/9

A data inicialmente impulsionada pela categoria metalúrgica como um dia nacional de mobilização contra a retirada de direitos dos trabalhadores, ganha reforço com a participação de outras categorias. Agora, os trabalhadores da construção civil da região metropolitana de Belém (PA) decidiram integrar esse dia e prometem parar todos os canteiros de obra da cidade.

A decisão foi tomada na quinta-feira (15) em assembleia realizada com a categoria. De acordo com o dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belém, Ailson Cavaleiro Cunha, na próxima semana será debatido https://www.viagrasansordonnancefr.com/ com os trabalhadores nos canteiros de obra como será a es malo usar viagra de joven participação neste dia. “Vamos impulsionar e organizar nossa adesão. É preciso uma greve geral no país e essa atividade é um importante nesse sentido”, destacou.

Na próxima semana, segundo o dirigente, o Espaço de Unidade de Ação de Belém pretende se reunir para preparar a participação ao dia 29 com outras categorias, como bancários, que estão em greve, professores entre outros segmentos.
Para a CSP-Conlutas, esta é uma oportunidade impar para unificar as mobilizações rumo à Greve Geral, tão necessária neste momento em que se forjam ataques históricos à classe trabalhadora brasileira.

A Central salienta que esta é a hora de unir forças contra a reforma da previdência, a reforma trabalhista, o desemprego e a terceirização.

Vamos construir a Greve Geral em defesa dos direitos dos trabalhadores, mas também pelo Fora Temer e os corruptos e reacionários do Congresso.